Em 27 de dezembro de 1924 foi organizada a “Primeira Egreja Baptista do Ceará”, em Fortaleza. Por motivos desconhecidos esta igreja deixou de existir. A atual 1a Igreja Batista de Fortaleza foi organizada em 10 de agosto de 1930. O culto de organização foi realizado no salão da Rua Major Facundo, 36. Nove foram os membros fundadores: João Andrade Rodrigues, Ester Rodrigues, Zanilo de Almeida, Francisca Almas, João da Cruz, Francisco Trigueiro, Severino Trigueiro, Ayres Melo e Deçulina Melo. Neste período a Igreja recebia visitas periódicas dos missionários em Pernambuco: E.G. Wilcox e P. E. Hays.Pr. João Rodrigues foi o fundador que dirigiu a Igreja até 1942. A Igreja passou alguns anos sem pastor residente, tendo como pastor interino, residindo no Rio Grande do Norte, o missionário João Tumblin. Em 1946 assumiu o pastorado efetivo da Igreja o missionário Burton de Wolfe Davis, que nesta ocasião era dirigida pelo irmão Raimundo Benício Ferreira Lima, que foi o primeiro diácono da Igreja.Em 1947 a Igreja recebeu uma doação da Missão Batista do Norte do Brasil no valor de duzentos e cinquenta mil cruzeiros antigos para construção de um templo. No ano seguinte, no local atual, na rua Silva Paulet, 1111, foi levantado o santuário e três salas para Escola Bíblica Dominical. Nesta época a Igreja tinha poucos membros. Este pequeno grupo, com sacrifício, contribuiu com uma quantia igual a recebida da Missão para a construção, sendo o templo um dos primeiros das Igrejas Batistas do Brasil a ser construído em estilo eclesiástico.Em 1952 foram acrescentadas mais quatro salas e um andar superior, incluindo a cozinha. Em 1956, precisando ainda de espaço, foram acrescentadas mais nove salas. Atuaram como pastores interinos e adjuntos, Pr. Silas Falcão (1952-1953), Pr. Samuel Munguba (1953-1964), Pr. Derick Davis (1964-1966) e Pr. Ademar Paegle (1967-1968).


Quase todo o trabalho batista no Ceará tem sua história ligada à Primeira Igreja. Pr. Burton David, com apoio da liderança da igreja, foi o idealizador e fundador de instituições de grande importância no contexto da cidade de Fortaleza, como o Colégio Batista Santos Dumont e Hospital Batista Memorial.Em março de 1968, com a aposentadoria do pastor Davis, o pastor Ademar Paegle, assumiu o pastorado efetivo até 1976, quando aceitou o convite para ser o capelão do Seminário Teológico Batista do Norte do Brasil e pastor da Igreja Batista de Casa Amarela, no Recife. Neste período, em 21 de dezembro de 1969, trinta minutos após um culto, o teto do santuário caiu. Não houve vítimas. A partir deste acidente, o templo foi ampliado e reformado, sendo inaugurado em 27 de junho de 1970. O estilo do templo original não foi modificado na fachada que é cópia duma Igreja construída em 1823, no estilo Renascença Grega. Feita a reforma e ampliação do santuário sem alteração do estilo, prosseguiu o trabalho, com ênfase principal na evangelização.Logo após a saída do Pastor Ademar Paegle, o Pr. Olin Douglas Boles, assumiu o pastorado interino (1976 a 1977).Em 30 de Outubro de 1977 tomou posse como pastor efetivo, o Pr. Jezimiel Norberto da Silva, permanecendo no pastorado até julho de 1983, quando se retirou por motivo de aposentadoria. Este foi um período marcado pela abertura de novas frentes missionárias e aquisição de propriedades estratégicas, dentre elas terrenos anexos ao templo.Com a saída do pastor Jezimiel, a Igreja foi liderada durante oito meses pelo seu vice-moderador, Dr. Hildebrando Almeida Guimarães. Durante o período em que esteve à frente da Igreja ele procurou empreender algumas reformas necessárias e urgentes.Em 1984 a Igreja convidou para o seu pastorado o secretário executivo da Junta de Missões Nacionais, Pastor Paulo Roberto da Silva Seabra. Ele aceitou o desafio e tomou posse no pastorado efetivo em abril desse ano, juntamente com sua esposa Westh Ney Rodrigues Seabra, que foi eleita ministra de música. Pastor Paulo Seabra em 1989 foi eleito presidente da Convenção Batista Brasileira, tendo ocupado também, o cargo de presidente da Ordem dos Ministros Batistas do Brasil. A presença do casal à frente da Igreja colocou-a em posição de destaque no contexto denominacional do Brasil.Westh Ney Seabra desenvolveu um notável trabalho na área de música da Igreja, organizando a Escola de Música, Coros Graduados e Orquestra de Câmara. Ela também, prestou expressiva contribuição ao ministério da música sacra a nível nacional, sendo uma das participantes da equipe que trabalhou na confecção do “Hinário para o Culto Cristão.”


Em nove anos de trabalho pastoral do Pr. Paulo Roberto Seabra, a Igreja experimentou extraordinário crescimento numérico ultrapassando 900 membros. Seu patrimônio foi também ampliado com a construção de dez salas para Escola Bíblica Dominical e templos nas cidades de Guassussê e Iguatu. O templo da igreja foi climatizado, sendo uma das primeiras igrejas batistas do Brasil, a dispor de um sistema de ar condicionado.Pastor Paulo Seabra ficou à frente da Igreja até março de 1993.Coube ao diácono Aristóbulo de Aguiar Munguba a responsabilidade de dirigir a Igreja durante os meses de sucessão pastoral.Em dezembro de 1992 assumiu o ministério da música o irmão Moisés Mendes Paiva, que ocupou este cargo até fevereiro de 1996.Pastor Marcos Vieira Monteiro assumiu o pastorado da Igreja em 15 de outubro de 1994, com sua esposa, a Educadora Cristã Doraci Cavallari Monteiro. No ano de 1996 foi construído um novo Departamento Infantil com instalações modernas e adaptadas às necessidades da Escola Bíblica e Culto Infantil. Visando atingir diferentes segmentos da sociedade e ajudar no crescimento espiritual das igrejas, a igreja promoveu dois grandes eventos nos anos de 1996 e 1997. O primeiro voltado para o público jovem foi um Congresso, que atingiu mais de 1300 inscritos: “Desafio/96”. O segundo, direcionado para pessoas da Terceira Idade, foi o “Frutificar/97”. Ambos, muito bem sucedidos contaram com um grande envolvimento de toda a igreja.Em agosto de 1996 assumiu a coordenação do Ministério de Música Eudimir Gomes de Lima. Seu trabalho tem se caracterizado pela contextualização das atividades musicais da igreja às tendências contemporâneas.


Em 1998 a partir de um Seminário de Planejamento Estratégico com a liderança da igreja foi sistematizada sua Missão, definida sua Visão, Crenças e Valores e Metas até 2003. Neste ano, também, a igreja começou a se estruturar a partir do modelo da Rede Ministerial. Assumiu a coordenação da Rede Ministerial a professora Rosa Munguba Bezerra.Como uma líder visionária e dinâmica  realizou um significativo trabalho no Gestão de Ministérios, coordenando os Seminários da Rede Ministerial e campanhas especiais como “Fortaleza: cidade que Deus Ama” e 40 Dias com Propósitos. Rosa trabalhou como voluntária durante muitos anos e durante 07 anos como contratada, quando em março de 2005, mudou-se para os Estados Unidos.Com a implementação da Rede Ministerial novos ministérios foram surgindo e um número cada vez maior de voluntários servindo nos ministérios da igreja. Na área de planejamento estratégico a igreja definiu neste período suas diretrizes estratégicas, sistematizou seus propósitos e compromissos requeridos de sua membresia.Em 1999, Pr. Hildebrando Guimarães de Cerqueira tomou posse como pastor auxiliar, para atuar como “pastor dos jovens” e coordenar os grupos pequenos da igreja. Nesta ocasião a igreja foi desafiada a estruturar-se em pequenos grupos de comunhão e oração que se reúnem regularmente nos lares.O ministério do pastor Hildebrando trouxe uma nova dinâmica no trabalho com os jovens e assistência pastoral a eles. Eventos de qualidade voltados para o publico jovem, aconselhamento específico e estudos bíblicos direcionados para este grupo, acampamentos e outras programações têm sido realizados com grande êxito e com a marca da criatividade de nossos jovens. No ano 2000 a igreja empreendeu uma grande reforma em seu templo visando ampliá-lo. Em agosto desse ano, por ocasião do 70 anos da igreja, foi realizado o primeiro culto no “novo santuário”. A reforma preservou a estrutura arquitetônica do edifício, adequando-o às necessidades atuais, com um palco mais amplo, novo sistema de iluminação, adequação da climatização, teto com design moderno, dentre outras alterações. No ano seguinte foram construídas mais salas para administração, gabinetes pastorais, reuniões e coordenação da Rede Ministerial.Em 2001 foi estruturado o “Ministério Primícias”, uma proposta inovadora para a educação cristã de crianças de 04 a 12 anos. Neste mesmo ano a igreja participou da fundação do Lar Davis, uma instituição que abriga crianças carentes, situada no município de Aquiraz. Este empreendimento recebe recursos de irmãos e igrejas de outros países e de parcerias com empresas em Fortaleza, para seu funcionamento e construção das Casas Lares.Em fevereiro de 2002, foi iniciado o “Celebração Jovem” dominicalmente 17:00hs: um culto com uma liturgia e temática voltada às necessidades dos adolescentes e jovens da igreja.Em 2002 ocorreram eventos de grande importância: formação da CIBUC - Convenção das Igrejas Batistas Unidas do Ceará, com a participação de nossa igreja (maio) e o lançamento do Projeto “Só Jesus Salva Vidas” que mobilizou a igreja para a obra missionária no Ceará através de viagens evangelísticas no interior do Estado. (agosto)

No ano seguinte foram adquiridas poltronas para o santuário e construída e equipada a quadra de esportes no pátio da igreja.Em 2003 foi lançado o Projeto “Fortaleza: Cidade que Deus Ama”, prosseguindo até dezembro de 2004.Em 2004 a igreja realizou com grande êxito a Campanha “40 Dias com Propósitos” que trouxe um verdadeiro despertamento espiritual.No ano seguinte foram organizadas duas igrejas filhas: “Candeias” e “Elohim”, sob liderança dos pastores Hildebrando Guimarães Cerqueira e Roraima Braid.Em 2005 a igreja recebeu dois pastores auxiliares. Pr Carlos Lins para a trabalhar com adolescentes e jovens e Pr. José Nazareno Cerqueira para os ministérios de visitação e assistência às Congregações. Pr. Nazareno serviu à igreja até dezembro de 2008, coordenando viagens missionárias, implementando o Culto “Clamor por Vitórias” e auxiliando o pastor titular no ministério da pregação e aconselhamento.No início de 2005 a igreja enviou para campo missionário o jovem Diogo Militão. Depois de um ano no Rio de Janeiro ele seguiu para o Senegal onde participou de uma das equipes do “Radical África” até dezembro de 2008.Em 2005 a igreja realizou um Congresso de grande impacto para a comunidade evangélica de Fortaleza, com cerca de 1500 inscritos, 20 oficinas e muitos preletores de vários lugares do Brasil, como Luiz Roberto Silvado, além de cantores e bandas de projeção nacional como Carlinhos Félix e Vencedores por Cristo. No Centro de Convenções de Fortaleza foi realizado, em comemoração aos 75 anos da Igreja o Congresso “O Desafio de Ser Família”. No final de 2007 a igreja contratou a educadora religiosa Doraci Cavallari Monteiro para dedicar tempo integral ao Ministério Primícias. Ela, desde 1995, realizava um trabalho voluntário com as crianças da igreja.Em 2008 o grande evento realizado pela igreja foi a primeira edição de “Casa do Julgamento”, um teatro interativo com mais de 70 atores que mobilizou cerca de 250 de voluntários e apresentou resultados muito significativos, alcançado aproximadamente 2500 pessoas.

No início de 2009 a  igreja contratou a Tarciana Falcão para trabalhar como administradora da Igreja, buscando o aperfeiçoamento nesta importante área. Em fevereiro de 2009 a igreja convidou Jo Cestari para coordenar o Ministério de Teatro e coordenar um programa de treinamento de liderança da igreja em parceria com o Instituto Haggai. Sendo uma das preletoras internacionais desta organização e membro da nossa igreja, no ano anterior Jo coordenou a equipe de teatro de Casa do Julgamento com grande êxito.  Em março de 2009, Diogo Militão, assumiu em tempo parcial a liderança do Ministério direcionado para adolescentes da Igreja que passou a ser denominado como “Tribotaw”. Pr. Carlos Lins continuou trabalhando mais especificamente com os jovens e na área de assistência aos novos decididos.

A segunda edição de Casa do Julgamento foi realizada em agosto de 2009 tendo também excelentes resultados: público de mais de 3000 pessoas, 12 dias de apresentação e aproximadamente 450 manifestações por Cristo.A Primeira Igreja Batista de Fortaleza atualmente se reúne em 03 cultos dominicais, em pequenos grupos em vários dias e locais durante toda a semana e no culto na quarta feira, “Clamor por Vitória”.Prevalece na liderança da igreja um ambiente de paz, amizade e comprometimento com o desenvolvimento integral da Igreja.

Na área social destacam-se dois projetos: Associação Beneficente Parque do Cocó e Lar Davis, ambos voltados prioritariamente para a formação moral, educacional e espiritual de crianças e adolescentes. É uma igreja com programações direcionadas para crianças, adolescentes, jovens, singles, casais e outros grupos específicos como surdos.

A igreja historicamente tem um grande envolvimento com a obra missionária, levantando anualmente expressivas ofertas para missões estaduais, nacionais e mundiais. Destaca-se pelo seu envolvimento denominacional, cooperando de forma significativa com a obra missionária desenvolvida pela CIBUC. Pastor Marcos Vieira Monteiro tem sido líder espiritual da Primeira Igreja Batista de Fortaleza desde 1994, completando em outubro de 2009, 15 anos de ministério pastoral aqui. Desde o início tem enfatizado a importância do desenvolvimento de um ambiente acolhedor a todos que chegam, do envolvimento dos membros em um dos ministérios e de um compromisso real de cada um com Jesus Cristo como seu Senhor e Mestre.